Certificação Digital – Benefícios

Segurança

O certificado digital é um documento eletrônico seguro, que permite ao seu portador executar, de maneira muito mais rápida, segura e sigilosa, operações corriqueiras do dia-a-dia. Atualmente, as transações eletrônicas necessitam, cada vez mais, da adoção de mecanismos de segurança. E a certificação digital, por sua vez, autêntica, zela pela privacidade e dá validade jurídica a toda comunicação on-line, sendo regulamentada por lei no Brasil. Até hoje não se sabe de um caso em que a segurança de uma mensagem com a tecnologia tenha sido quebrada no mundo todo. E o seu status de “item de necessidade” deve-se exatamente a essas características: praticidade, segurança e privacidade das informações.

Economia

A Certificação Digital é uma das principais aliadas para o aumento da produtividade de corporações dos mais diversos setores, otimizando processos e diminuindo a burocracia com a eliminação de papéis. Com validade jurídica assegurada por regulamentação do Governo Federal, a assinatura eletrônica gera mobilidade ao usuário para efetuar transações online, desmaterialização dos processos dentro das organizações, redução de custos administrativos e integridade de documentos digitais em formato eletrônico. Na prática, estamos falando em aumento de produtividade imediato e uma economia não apenas financeira, mas de espaço físico e tempo. Em um momento de tantas exigências do mercado, competitividade acirrada, falta de tempo para as tarefas diárias e obrigações com o meio ambiente, a Certificação Digital tornou-se essencial no cotidiano das organizações que buscam praticidade, agilidade e segurança.

Praticidade

Uma das vantagens adicionais do uso dos certificados é que eles podem ser utilizados para acessar a base de dados de contribuintes junto à Receita Federal. Com isso, sem a necessidade de sair de casa, através da Web pelo sistema e-CAC – Centro de Atendimento Virtual ao Contribuinte é possível verificar sua situação perante o fisco, entre outros serviços disponibilizados.

Meio Ambiente

Certificado Digital: ecologicamente correto e redução de custos operacionais. A cada 12 segundos, um documento é perdido em alguma empresa; para recuperá-lo, o custo estimado é de US$ 120. Se ele foi guardado de forma equivocada, gastam-se quatro semanas por ano para achá-lo. Esses dados assustam e causam preocupação, ainda mais em uma época em que tanto se fala na preservação do meio ambiente e agilidade nos negócios. Com a enorme demanda de informações e dados que precisam ser armazenados todos os dias, as corporações perdem espaço físico importante dentro do escritório, além de tempo e dinheiro para mantê-los bem organizados e em bom estado. Em um país como o Brasil, onde são guardados cerca de 84 bilhões de documentos, os gastos são incalculáveis. Para fugir disso e alcançar o lema “ecologicamente correto”, muitas empresas têm adotado uma ferramenta fundamental para migração das cópias impressas para o formato eletrônico: a Certificação Digital. Com validade jurídica vigente na legislação brasileira, a assinatura eletrônica com Certificado Digital substitui o papel com total garantia de autenticidade da autoria, integridade do conteúdo do documento (se uma vírgula for alterada, sabe-se que houve alteração do seu conteúdo) e privacidade. A Certificação Digital, além de ser adotada em processos eletrônicos, passou a ser tratada como “tecnologia limpa”, gerando significativa economia de papel e recursos naturais correlatos. Entidades como Ordem dos Advogados do Brasil, Conselho Federal de Contabilidade, Fenacon, Sebrae, Poder Judiciário, Setor de Registros Públicos e Agência de Saúde Suplementar aderiram à tecnologia.

Cartilha sobre Certificado Digital DOWNLOAD